quarta-feira, 18 de abril de 2012

2

As escolhas de cada um

Cláudia D’Avila

   Viver já é uma escolha. Desde a concepção fazemos escolhas que interferem na nossa vida. Quando pequenos, temos quem nos oriente, nos conduza, nos proteja.
   Ao crescermos ganhamos autonomia e, aos poucos, o discernimento de escolher valores, atitudes, caminhos a trilhar...
   Cada ser é único, e, portanto, decide por onde quer seguir, independentemente de ser criança ou adulto. Estas decisões, muitas vezes, implicam em tomadas de atitudes capazes de mudar o curso da própria história... Um caminho bem escolhido é fruto de um suporte emocional bem estruturado.
   A família tem fundamental importância nas boas escolhas que cada um faz ao longo da vida... Os laços familiares unem, sustentam e fortalecem. Eles são o alicerce pelo qual a construção dos sonhos é segura.
image   A escola, por sua vez, tem um papel muito importante em relação às escolhas... ela é uma ponte que une o sonho à realidade, dá subsídios para acreditar e realizar, aponta caminhos possíveis, prepara e educa, dá limites, incentiva...
   A sociedade, numa visão mais ampla, é o próprio caminho a ser percorrido...  escolhas por vezes fáceis, ou difíceis, brilhantes, ou nem tanto, sofridas, amargas,dolorosas, ou felizes... Armadilhas a desviar... obstáculos a transpor... dificuldades a superar...
   A todo tempo e lugar precisamos fazer escolhas. Boas escolhas. Quanto mais equilíbrio, serenidade e bom senso tivermos, mais sabiamente saberemos escolher. 
   As escolhas que cada um faz ao longo da vida são parte da própria evolução. Isto também implica em renúncias, que, muitas vezes, pode ser sabedoria...
   Ser livre é ser íntegro com seus pensamentos, palavras e atitudes. A liberdade de escolha está presente em nós, é uma faculdade que nos acompanha durante a nossa existência e nos possibilita sermos/ estarmos melhores a cada dia. Mas, em contrapartida, há quem não faça boas escolhas... isto já é decisão de cada um...
   Ao decidirmos por caminhos seguros e acertados, mais um degrau na escada evolutiva é superado... Em cada escolha, um novo aprendizado... Uma etapa vencida...
   Escolher significa ter opções. Quando há opções, há alternativas... As escolhas que fizemos podem até divergir umas das outras, mas a vontade de acertar é latente em todas elas.
   Sabedoria... Equilíbrio... Persistência... Intuição... são palavras-chave para que escolhas sejam feitas com  corpo, alma e coração.

Texto publicado em: http://www.diarioregionalrs.com.br/colunas/6/Toque_Diario

2 comentários:

  1. Gostei muito do texto, que nos faz refletrir nas muitas escolhas que temos que fazer ao longo da nossa vida, umas felizes e outras nem tanto, mas, com perseverança conseguimos, corrigir os nossos erros e, assim, alcançar as nossas metas.

    ResponderExcluir
  2. Carmen Silvia Radcliph20 de abril de 2012 09:49

    Excelente esta leitura. Ótima para ser proposta como tema de Redação!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...